30/10/13

MASE RECEBE CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL


O Museu de Arte Sacra e Etnologia será um dos 26 bens culturais do Médio Tejo a obter a certificação internacional do HERITY. 

No âmbito do Projeto Intermunicipal “Afirmação Territorial do Médio Tejo” da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, e no sentido de promover uma gestão patrimonial de qualidade, terá lugar a certificação internacional de 26 bens culturais desta comunidade. Foram propostos pelo município de Ourém a certificação do Castelo de Ourém e do Museu de Arte Sacra e Etnologia, em Fátima.

Esta certificação será efetuada pela entidade internacional Herity, uma organização mundial, criada em 2002, com sede em Roma, reconhecida pela UNESCO para a avaliação e certificação da qualidade na gestão do património cultural. 

Este processo de avaliação e de certificação inclui: uma análise rigorosa da gestão patrimonial e do valor cultural dos sítios (VALOR/RELEVÂNCIA); da conservação destes (CONSERVAÇÃO), das informações transmitidas ao público (COMUNICAÇÃO); e da qualidade dos serviços prestados (SERVIÇOS), os quatro aspetos fundamentais da gestão patrimonial. 

Desta forma, o Médio Tejo será uma das três regiões do mundo, a par de Lazio e do norte do Brasil, com o reconhecimento da certificação da Herity. Esta ação contribuirá para uma melhor qualidade da gestão do património, pretendendo-se no futuro criar uma rota que possa ligar os vários bens certificados, contribuindo para o reforço da notoriedade da região, bem como para a valorização dos principais recursos turísticos. 

A  cerimónia Internacional realizar-se-á no Convento de Cristo, em Tomar, no dia 01 de novembro próximo, no período entre as 10h00 e as 13h30.

0 comentários: