23/09/14

«TURISMO RELIGIOSO: Aposta ou Preconceito?» JANTAR- CONFERÊNCIA



Depois do êxito da primeira edição dos JANTARES-CONFERÊNCIA DO MASE, no próximo dia 10 de outubro, sexta-feira, o MASE, em parceria com a sua Liga de Amigos,  irá retomar este evento que decorrerá no Hotel PAX.

«TURISMO RELIGIOSO: Aposta ou Preconceito?»  é o título da conferência que Carina João Oliveira, Deputada à Assembleia da República | 12.ª Legislatura, irá proferir.

O evento terá início às 19h45 com o acolhimento, o jantar às 20h00, seguindo-se depois a conferência. 

O valor por pessoa é de €20.00 e para sócios da LaMASE (Liga dos Amigos do MASE) e assinantes da Revista Fátima Missionária é de €18.00 (Jantar e conferência).  

Informações: Tel. 249 539 470
 
Reservas até ao dia 7 de outubro.
 
«TURISMO RELIGIOSO: Aposta ou Preconceito?» 

Sinopse: A última revisão do Plano Estratégico Nacional do Turismo introduziu pela primeira vez o Turismo Religioso como um dos seus 10 produtos a valorizar como marca nacional. Tema sempre conturbado na esfera política, pelas implicações que há de falar de religião na política, ainda assim ganhou terreno a par com produtos como o turismo de saúde, de natureza e cultural. A aposta será ganha ou o preconceito existe? Na primeira pessoa, Carina João Oliveira traz-nos o testemunho de quem viveu os bastidores políticos neste processo.
 ****
 
Carina João Oliveira, nascida em 22 de julho de 1977, é membro do Parlamento português, eleita pelo círculo eleitoral de Santarém, pelo partido social democrata. Formada em Engenharia Civil pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, teve o seu inicio escolar em Fátima, passado pelo Colégio do Sagrado Coração de Maria e pelo Centro de Estudos de Fátima.
É membro da Comissão de Economia e Obras Públicas, onde coordena o Grupo de Trabalho de Segurança Rodoviária. É também membro efetivo da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas. Conta com participações no Fórum Inter Parlamentar Ibero-Americano, é presidente do Grupo de Amizade de Portugal-Argélia e Portugal-Taiwan grupo informal. Foi a coordenadora da área  Logística e Transportes no Parlamento do Programa Parlamento-Empresas do FAE (Fórum de Administradores de Empresas), sobre o qual foi editado um livro lançado no passado dia 26 de Setembro em Lisboa.
Foi agraciada com a medalha de Mérito em Taiwan Abril 2014, pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros daquele país, pelos excecionais serviços prestados à frente do grupo de Amizade.
Em 2013 recebeu o prémio Mobilidade Urbana, pelas alterações promovidas ao Código da Estrada, pelas mãos da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta.
Em 2012 foi considerada Personalidade Política feminina do ano, pelo jornal O Mirante.
Muitas participações pró-vida, tanto na carreira política e na vida privada, como é exemplo a última petição europeia "One of Us", em que foi madrinha política da iniciativa no parlamento a par de Ribeiro e Castro do CDS.PP.
Na revisão do PENT, foi interveniente na audição à então Secretária de Estado do Turismo onde questionou de forma muito dura a primeira revisão do plano e proposta, em que o turismo religioso era desconsiderado dos 10 produtos estratégicos, tendo liderado os requerimentos ao Governo que se seguiram e dado entrada de uma proposta de alteração através de um Projeto de Resolução, que veio a culminar com o reconhecimento do Turismo Religioso na versão final do documento. Foi recentemente uma das deputadas subscritoras da criação do Dia Nacional do Peregrino.

 

Exposição coletiva de pintura «InquietArte»


Encontra-se patente ao público no MASE a exposição coletiva de pintura «InquietArte».

A mostra apresenta 25 trabalhos de 13 artistas da área de Fátima, apresentando diferentes técnicas e estilos.

Organizada pelo movimento “Inquietação”, procura-se com esta exposição responder às questões: “- O que significa a arte para o artista e para o observador? - Qual o seu papel como experiência individual ou coletiva? - De que forma podemos mostrar aquilo que nos inquieta através da arte?”

InquietAção é um movimento de jovens empenhados em participar na construção de um mundo melhor. Para isso, promovem a curiosidade e o espírito crítico, procurando inquietar aqueles que, como eles, acreditam que um mundo melhor é possível. A sua ação rege-se por ideais democráticos, de liberdade, de igualdade, fraternidade, partilha e união. Fundado, simbolicamente, a 5 de outubro de 2012, o Movimento InquietAção está sediado em Fátima e encontra-se ligado aos Missionários da Consolata.

A exposição estará patente de terça a domingo até 16 de novembro.

(setembro - outubro:10h00-19h00; novembro: 10h00-17h00)

03/09/14

«Na Terra dos Sonhos» TEATRO


No sábado, dia 13 de setembro, pelas 22h00, o MASE organizará pela segunda vez, na Esplanada Missionária da Consolata, em Fátima, uma noite dedicada ao teatro.

Assim, o Grupo de Teatro Apollo do Centro Cultural e Recreativo de Peras Ruivas (Ourém) apresentará a peça «Na Terra dos Sonhos» que foi galardoada no Festival de Proença a Nova, em dezembro de 2011, com os prémios de Melhor Espetáculo, Melhor Atriz e Melhor Ator.     

O texto conta a história do Servente Hipólito que decide destruir o edifício do teatro, onde trabalham Chícharo e Pé Carriço, para construir um restaurante, “um bom restaurante!”. Para o Servente, os “teatros estão sempre vazios, não alimentam a barriga nem os bolsos de ninguém, ao contrário do que se passa com os restaurantes, que estão sempre cheios!”. Determinados a impedir a destruição, Chícharo e Pé Carriço convencem o Servente Hipólito a entrar no mundo do teatro, bastando para isso que utilize a imaginação. Tudo para fazê-lo acreditar que o teatro é um lugar mágico onde se pode sonhar.

“Na Terra dos Sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal”…

A entrada é livre. Se as condições meteorológicas não o permitirem, o teatro realizar-se-á em espaço fechado próximo.   
*************************************************************************************************************************
PRODUÇÃO:
Grupo de Teatro Apollo

Peça estreada a 18 de Maio de 2007

TEXTO
António Clemente

António Craveiro
Luís Tomás
João Mourão

ENCENAÇÃO
Dora Conde


MÚSICA
Letra e Música – “As Marionetas” “O Pirata”: Originais de José António Santos

Arranjo musical Pedreiros Stomp: José António Santos

ADEREÇOS/GUARDA ROUPA

Cristina Ferreira; Tatiana Pedro; Nuno Santos; Sónia Costa, José Quartau, Dora Conde;

LUZES/SOM

Nuno Santos

INTERPRETAÇÃO
Servente: Paulo Santos

Chicharo: Sónia Costa/Tatiana Pedro
Pé Carriço: Dora Conde/Luís Costa
Julieta: Sónia Costa/Tatiana Pedro
Romeu: Dora Conde/Luís Costa
Pirata: Luís Costa
Brisa: Cristina Ferreira/Sónia Santos
Lunático: Cristina Ferreira
Rambo: Mário Martins/José Quartau
Acelera: Luís Costa/Nuno Santos
Polícia Paulada: Mário Martins
Totó: Dora Conde/Luís Costa
Bruxa Rabucha: Cristina Ferreira/Sónia Santos
Diabo Inho: Sónia Costa/Tatiana Pedro
Fada Tia: Selma Preciosa
Hospedeira: Selma Preciosa