28/04/15

DIA DA MÃE EM FÁTIMA!





Para assinalar o Dia da Mãe, no próximo domingo, 3 de maio, o CONSOLATA MUSEU| Arte Sacra e Etnologia, irá oferecer entradas gratuitas a todas as mães que visitem o museu acompanhadas dos seus respetivos filhos. Além disso, receberão ainda uma pequena lembrança.

Ao longo da visita à exposição permanente do museu, os visitantes encontrarão várias imagens evocativas à maternidade de Maria, como por exemplo a Nossa Senhora do Leite, estando Maria representada a amamentar o seu Filho.

Horário: 10h00-19h00.

16/04/15

O NOVO LÍDER – O LÍDER COACH Curso Livre







OBJETIVOS


GERAIS:
   Dotar os formandos com técnicas de Coaching, Liderança, Motivação e Gestão de Equipas, no sentido de criar climas adequados de RELAÇÕES HUMANAS e assim incentivar a produtividade.
















ESPECIFICOS: 
        Conhecer Coaching e saber aplicar algumas técnicas de forma clara e eficaz;
        Distinguir os conceitos de Liderança e adoptar posturas eficazes tendo em atenção o colaborador;
  Identificar competências de liderança e motivação: pontos fortes e áreas a Desenvolver;
       Conhecer e treinar técnicas que potenciam a gestão eficaz da equipa


PÚBLICO-ALVO: População interessada em Geral.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:
      Definição de Coaching;
         Habilidades do Coach;
         Funções do Coach;
         Benefício de um Coaching para a empresa, líderes de equipas e colaboradores;
         A comunicação e a percepção;
         Liderança;
         Tipos de Liderança;
         Motivação;
         Gestão de conflitos;
         Gestão do tempo e organização do trabalho.
         Avaliar os resultados e dar o feedback de modo construtivo.
 
RECURSOS PEDAGÓGICOS
- Manual de matérias desenvolvidas
- Exemplos relacionados com a temática

FORMADORA
Arminda Bandeira – Licenciada pelo Instituto Superior de Matemáticas e Gestão (I.S.M.A.G.) de Lisboa, em 1995, no curso de Gestão de Recursos Humanos. Pós-graduada em Gestão de Recursos Humanos no I.S.L.A. Leiria em 2014 e Mestranda no mesmo em 2015. Encontra-se desde 1998 ligada ao processo de ensino-aprendizagem através da formação profissional e do ensino e ainda da Formação. Desde 2007,que está envolvida na Educação e Formação de Adultos e nos processos RVCC e ainda ligada a utilização de soluções de e-learning e b-learning no ensino e na Formação Pedagógica de Formadores usando a plataforma de LMS, MOODLE. CAP N.º 2495/98
  
N.º de Sessões: 8
 
Datas:

6 e 7 de maio (quarta-feira e quinta-feira) 19h00-20h30
13 e 14 de maio (quarta-feira e quinta-feira) 19h00-20h30
20 e 21 de maio (quarta-feira e quinta-feira) 19h00-20h30
27 e 28 de maio (quarta-feira 19h00-20h30 / quinta-feira 19h00-21h00)

Inscrições:
Sócios da Liga dos Amigos do MASE - €40,00
Não sócios - €45,00

Inscrições limitadas a 25 participantes
N.º mínimo: 15 participantes

Data limite de inscrição:  4 de maio

INSCRIÇÃO ONLINE ENCERRADAS

15/04/15

Curso Livre “Como Falar em Público”. II Parte Simulações - Filmagens e respetivas Autoanálises




OBJETIVOS
Exercitar competências de análise e de autoanálise relativamente a comportamentos observados no desenvolvimento de uma apresentação.





ESPECIFICOS 
No final deste curso os formandos serão capazes de:
- Reconhecer as técnicas de falar em público;
- Reconhecer a importância da imagem e das primeiras impressões;
- Saber utilizar os recursos pessoais: a voz, o olhar, os gestos, a postura e a movimentação;
- Saber utilizar os recursos de “recurso";
- Reconhecer a importância da linguagem não-verbal;
- Saber utilizar técnicas de aquecimento e projeção de voz;
- Planear a apresentação;
- Saber utilizar técnicas de interação com o público.
- Desenvolver atitudes e técnicas adequadas à concretização de simulações;
-Proceder à análise e de autoanálise relativamente a comportamentos observados no desenvolvimento de uma apresentação;
- Saber diagnosticar competências demonstradas e a adquirir ou a melhorar.

 Conteúdos Programáticos:

-Desenvolver atitudes e técnicas adequadas à concretização de simulações;
-Proceder à análise e de autoanálise relativamente a comportamentos observados no desenvolvimento de uma apresentação;
-Saber diagnosticar competências demonstradas e a adquirir ou a melhorar.

DESTINATÁRIOS: todos os que necessitem de falar em público, que sintam dificuldades ou queiram aperfeiçoar ou avaliar o seu desempenho. 

Formadora: O curso será lecionado por Arminda Bandeira, Licenciada pelo Instituto Superior de Matemáticas e Gestão (I.S.M.A.G.) de Lisboa, em 1995 no curso de Gestão de Recursos Humanos. Pós- Graduada em Gestão de Recursos Humanos pelo I.S.L.A. de Leiria, em 2014 e Mestranda no mesmo em 2015. Encontra-se desde 1998 ligada ao processo de ensino-aprendizagem através da formação profissional, do ensino e ainda da Formação. Desde 2007,que está envolvida na Educação e Formação de Adultos e nos processos RVCC e ainda ligada a utilização de soluções de b-learning no ensino e na Formação Pedagógica de Formadores usando a plataforma de LMS, MOODLE. CCP N.º 2495/98

Datas:
22 e 23 de abril (quarta-feira e quinta-feira) 19h00-20h30
29 e 30 de abril (quarta-feira (19h00-20h30) *30 de abril 19h00-21h00)

INSCRIÇÕES:
1.ª Fase – participantes no Curso-Livre “Como Falar em Público” – datas de inscrição 10 a 13 de abril;
2.ª Fase – público em geral – datas de inscrição 14 a 20 de abril

PREÇOS:
Sócios da Liga dos Amigos do MASE - €18,00
Não sócios - €22,00
 *Inscrições limitadas a 20 participantes

Inscrições ONLINE: ENCERRADAS

07/04/15

EXALTAÇÃO E ESPLENDOR - Escultura Barroca em Portugal | CURSO LIVRE




As orientações propostas pelo Concílio de Trento revestiram-se, também em Portugal, de particular relevância, no que à produção de imagens concerne. O rápido acolhimento dos modelos tridentinos, potenciado pelo largo período durante o qual se fizeram sentir, motivaria um assinalável desenvolvimento dos diversos domínios das artes plásticas.

Procurando adequar a representação a um propósito catequético e de reafirmação do culto, defende-se então o papel da imagem como meio de aproximação à Fé, não apenas com recurso à sua iconografia, mas também por via da qualidade plástica de cada obra, como meio de credibilização da mensagem a emular.

Movimento ímpar e sem precedentes, assiste-se então a uma vasta criação de imagens religiosas, onde a escultura ocupa lugar de destaque. Encarregues da sua concretização, proliferam por todo o país operosas oficinas e resgatam-se do anonimato os nomes de alguns dos mais notáveis mestres da produção escultórica nacional. Reformulando ou reinventando os espaços sacros, enchem-se os novos altares com exaltadas representações dos mistérios da Fé, de Cristo, da Virgem e dos Santos.

O presente curso propõe, assim, um percurso em torno da escultura portuguesa do período Barroco, incidindo no seu processo criativo, iconografia, paradigmas, especificidade geográfica, autores e obras, em particular aquelas produzidas no quadro da Reforma da Igreja Católica.



Calendário
4 Sessões às terças-feiras
5, 12, 19, 26 de maio de 2015

Horários
Das 18h30-20h00

Inscrições
40,00 € (público em geral)
35.00 (sócios da LaMASE - Liga dos Amigos do MASE)
Número máximo de inscrições: 30
Inscrições online: masefatima.blogspot.pt
Data limite de inscrições: 30 de abril

Programa

I. Algumas definições e conceitos
Escultura e imagem, escultor e imaginário
Oficinas, escolas e academias

II. As Directrizes litúrgicas
A produção de imagens no contexto da Reforma Católica
Uma espiritualidade renovada: normativa e iconografia

III. O processo de encomenda
A encomenda e os encomendadores
Instruções, condicionalismos e controle

IV. As Matrizes iconográficas
A arte de inventar ou o “talento de bem furtar”
Fontes de inspiração e modelos

V. Centros produtivos e artistas
A produção no contexto das ordens religiosas
Italianos em Portugal, portugueses entre italianos


Nota biográfica
Directora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, da Conferência Episcopal Portuguesa. Doutorada em Letras - especialidade História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigadora integrada do Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra.